domingo, 9 de agosto de 2009

ESPÍRITOS ENGANADORES E RELIGIÕES ENGANADAS III


Ap. 12: 9 - "E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na Terra, e os seus anjos foram lançados com ele." Em um único versículo são citados diversos nomes do arqui-inimigo das almas dos eleitos de Deus. Entretanto, o que deve ser evidenciado é o fato dele ser o que engana todo o mundo. Neste sentido, e, tendo isto em mente, é que se deve levar em consideração a verdade escriturística sobre tal enganador. Todavia, um enganador só possui função se houver enganáveis. Os enganáveis e os enganados são exatamente os que vivem na presunção da verdade, não a conhecendo. São os que presumem ser os promotores da sua própria salvação com base em seus comportamentos morais e éticos apenas. São ainda aqueles, os quais dão crédito à mentira, a qual dilui a graça de Deus em obras de justiça e sacrifícios da lei cerimonial. É relevante o fato que o engano é aquilo que mais se assemelha à verdade. A mentira jamais se apresenta com cara de mentira, pois do contrário dar-se-ia que as suas presas seriam afugentadas.
No livro de Gênesis há muitas revelações espirituais, sendo uma delas muito esclarecedora no tocante aos espíritos enganadores e aos religiosos enganados. Refere-se ao fato de a serpente, agente físico utilizado pelo Diabo, ter enganado a Eva e não a Adão conforme II Co. 11:3 - "Mas temo que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos entendimentos e se apartem da simplicidade e da pureza que há em Cristo." O nome da adjutora de Adão significa 'mãe da vida', tipificando a vida de Cristo comunicada à Igreja. Portanto, assim como Satanás enganou a Eva, tenta ingloriamente enganar a igreja. Todas as confusões doutrinárias que ele tem derramado sobre a Igreja do Senhor Jesus, o Cristo, têm-na mais fortalecido do que enfraquecido. Precisamente porque, os que são eleitos e regenerados, a cada provação ficam mais aperfeiçoados no amor para o dia de Cristo. O inimigo pode até corromper os sentidos dos filhos de Deus, pode até apartá-los da simplicidade e da pureza do evangelho, porém jamais poderá retirar-lhes a alegria da salvação. O Senhor Jesus prometeu que, caindo o justificado sete vezes, sete vezes o levantaria. Assim tem sido ao longo da história da graça!
O Apocalipse é o livro da revelação de Jesus Cristo. Não é uma revelação acerca apenas das coisas concernentes a ação de Cristo, mas sobretudo, da própria pessoa de Cristo. Sabe-se que o falso sempre e invariavelmente tenta se igualar ao verdadeiro, pois do contrário não lograria êxito em seus intentos de engano. Semelhantemente, Satanás simula sempre o falso como se verdadeiro fosse. No Apocalipse mostra que Deus enviou Seu Filho Unigênito para redimir os eleitos; Satanás enviará o anticristo para enganar e dominar as nações. Jesus é o Cordeiro de Deus imolado antes da fundação do mundo para substituição e inclusão do pecador; Satanás quer fazer do seu anticristo uma semelhança de cordeiro conforme Ap. 13:11. Jesus estabeleceu a sua Igreja amada que será apresentado ao Pai sem mancha e sem rugas; Satanás simula uma falsa igreja alegorizada numa mulher vestida de púrpura e de escarlata, embriagada com o sangue dos santos e dos mártires conforme Ap. 19: 12 e Ap. 17: 4 e 6. A Igreja de Jesus Cristo é a Noiva Virgem e Pura; a igreja falsa de Satanás é a mulher 'a grande prostituta' montada no sistema político-econômico do mundo sob o pecado. A Igreja de Jesus é a "Santa Cidade" conforme Ap. 21: 2 e 10; a falsa igreja de Satanás é a 'grande cidade' que persegue a 'santa cidade'. O nome da falsa igreja vem estampado na sua fronte e chama-se 'mistério'. Ao contrário da falsa doutrina, do falso ensino e da mentira enganosa, a verdade do evangelho de Cristo é simples, clara e reveladora e sem mistérios. O único mistério que havia já foi revelado conforme Cl. 1:27 - "... a quem Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é Cristo em vós, a esperança da glória."
A Cristo, pois honra, glória, força, majestade e poder eternamente.

Nenhum comentário: