quinta-feira, 25 de julho de 2013

O CAMELO, O FUNDO DA AGULHA E AS POSSIBILIDADES

Mc. 10: 17 a 27 - "Ora, ao sair para se pôr a caminho, correu para ele um homem, o qual se ajoelhou diante dele e lhe perguntou: bom Mestre, que hei de fazer para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: por que me chamas bom? ninguém é bom, senão um que é Deus. Sabes os mandamentos: não matarás; não adulterarás; não furtarás; não dirás falso testemunho; a ninguém defraudarás; honra a teu pai e a tua mãe. Ele, porém, lhe replicou: Mestre, tudo isso tenho guardado desde a minha juventude. E Jesus, olhando para ele, o amou e lhe disse: uma coisa te falta; vai vende tudo quanto tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, segue-me. Mas ele, pesaroso desta palavra, retirou-se triste, porque possuía muitos bens. Então Jesus, olhando em redor, disse aos seus discípulos: quão dificilmente entrarão no reino de Deus os que têm riquezas! E os discípulos se maravilharam destas suas palavras; mas Jesus, tornando a falar, disse-lhes: filhos, quão difícil é [para os que confiam nas riquezas] entrar no reino de Deus! É mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha, do que entrar um rico no reino de Deus. Com isso eles ficaram sobremaneira maravilhados, dizendo entre si: quem pode, então, ser salvo? Jesus, fixando os olhos neles, respondeu: para os homens é impossível, mas não para Deus; porque para Deus tudo é possível."
A agulha é um dos menores objetos usados pelo homem há milênios. É um instrumento de trabalho utilizado para perfurar superfícies e costurar tecidos. A agulha caracteriza-se por ser uma pequena haste, geralmente metálica, afilada em uma das extremidades, possuindo um orifício na outra extremidade por onde passa a linha. É útil para a costura, a qual consiste em unir peças de tecidos e confeccionar roupas em geral. 
O camelo é um animal da ordem artiodactyla, ungulado, isto é, com dois dedos de apoio nas patas. Há duas espécies de camelos: o dromedário que possui apenas uma corcova no dorso e o bactriano com duas corcovas. É um animal grande, forte e resistente, pois é nativo das áreas desérticas da Ásia e do Norte da África. Um camelo adulto possui 1,85 m de altura e 2,15 m de comprimento e vive entre 40 e 50 anos. 
Possível é um adjetivo de dois gêneros, que significa: 'que pode ser, acontecer ou praticar-se'. Também é um substantivo masculino, significando: 'aquilo que é possível ou factível'. Filosoficamente, possibilidade é o que não implica em contradição, o que satisfaz as condições gerais da experiência empírica e o que não contraria nenhuma norma moral. A possibilidade é, portanto, um substantivo feminino com o sentido daquilo que é possível. A impossibilidade é o antônimo da possibilidade. Ao homem, como ser limitado pelo tempo e pelo espaço, bem como por questões de consciência e moralidade, há muitas possibilidades, como também muitas impossibilidades.
O texto de abertura mostra uma cena em que um homem procura Jesus, o Cristo e se coloca ajoelhado diante dele, declarando a seguinte indagação: "bom Mestre, o que hei de fazer para herdar a vida eterna." Ao que Jesus lhe refutou, dizendo que ninguém é bom, senão Deus. Esta resposta faz grande sentido, na medida em que, o homem natural sempre procura Deus por meio de artifícios de agradabilidade e bajulação. Visa, com isto, uma espécie de sedução pela qual espera receber o que deseja. Deus, no entanto, não se deixa impressionar ou comover por tal comportamento, porque este resulta da sensorialidade almática e enganosa. Também acrescenta-se que na pergunta do homem há uma armadilha, pois herança é um direito garantido por nascimento e não por esforço. A vida eterna só é possível aos que são feitos filhos de Deus, a saber, os que creem no nome de Jesus, o Cristo conforme Jo. 1: 12 e 13 - "Mas, a todos quantos o receberam, aos que creem no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus." O texto retromencionado mostra que tornar-se filho de Deus é algo externo ao homem, ou seja, compete apenas a Deus. Não depende da linhagem genealógica, nem da ação da natureza almática, nem da geração biológica. É um ato soberano da vontade de Deus, cabendo ao homem pecador apenas receber a graça mediante a fé. Tanto a graça, quanto a fé são absolutamente abstratas e dons de Deus. Jesus, o Cristo perscrutou o íntimo daquele homem e jogou o cumprimento da lei como forma de demonstrar a impossibilidade de o homem herdar a vida eterna por esforço próprio. Embora o homem da cena tenha dito que cumpria os mandamentos desde a infância, sabe-se que estava apenas na suposição ou presunção, pois ninguém cumpre todos os mandamentos. Isto ficou evidente, quando em um segundo momento, Jesus lhe disse para vender tudo quanto possuía e que desse o produto da venda aos pobres. O homem imediatamente entrou em profundo pesar, porque não estava disposto a perder o que possuía. Logo, isto demonstra que ele não cumpria o primeiro mandamento que exige que se ame a Deus acima de qualquer e de todas as coisas.
Os discípulos, atônitos, ante aquela cena de confrontação entre o pecador e o Salvador, disseram: "....quem pode, então ser salvo?". Cristo, porém, lhes disse: "para os homens é impossível, mas não para Deus; porque para Deus tudo é possível." Jesus, usa a figura do camelo passando pelo orifício de uma agulha para magnificar a impossibilidade humana e a possibilidade divina. Ainda que alguns não tenham entendido e afirmam que o fundo da agulha era um buraco nas muralhas de Jerusalém, mas o ensino é claro.
Sola Fides!

Nenhum comentário: