segunda-feira, 20 de junho de 2011

ESPIRITO, ESPÍRITOS, E ESPIRITUALISMO I


Is. 8: 19 e 20 - "Quando vos disserem: consultai os que têm espíritos familiares e os feiticeiros, que chilreiam e murmuram, respondei: acaso não consultará um povo a seu Deus? acaso a favor dos vivos consultará os mortos? A Lei e ao Testemunho! se eles não falarem segundo esta palavra, nunca lhes raiará a alva."
Há três naturezas de espíritos no universo: o espírito que está no homem, o Espírito de Deus, e o espírito de Satanás. O espírito do homem foi nele inoculado por Deus, quando da sua feitura conforme Gn. 2:7 - "E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou nas suas narinas o fôlego da vida; e o homem tornou-se alma vivente." Em primeiro plano vê-se que o homem foi formado do pó da terra, portanto, possui um componente material; secundariamente o Criador soprou-lhe nas narinas o fôlego das vidas, pois no texto hebraico está assim colocado 'hayim', significando que foi-lhe concedida duas formas de vida: a do espírito e a da alma. A própria palavra Adão provém de 'adamah' que quer dizer terra vermelha. Assim, o homem é um ser tripartite: corpo, alma e espírito, sendo isto confirmado em Hb. 4: 12b - "... e penetra até a divisão de alma e espírito, e de juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração."
O espírito do Maligno, do Diabo, ou de Satanás foi criado por Deus em perfeição e esplendor, porém livre para fazer escolhas morais conforme Ez. 28:15 - "Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que em ti se achou iniquidade." Muitos continuam chamando este espírito decaído de Lúcifer, mas ele não nunca teve este nome. Tal erro decorre da tradução da Vulgata por Jerônimo, que, traduziu a expressão "estrela da manhã" como sendo "aquele que porta a luz". Diabo e Satanás significam acusador e adversário. A palavra 'Satan' [שָטָן] significa adversário, acusador, assim como no árabe 'shaitan', derivam da raiz semítica šṭn, significando ser hostil, acusar. O Tanakh judaico utiliza a palavra 'satan' para se referir também a adversários ou opositores no sentido geral assim como opositores espirituais. No Novo Testamento o mesmo termo é utilizado como um nome próprio que designa uma entidade sobrenatural que se rebelou contra Deus e que age contra Este.
Satanás foi expulso da sua morada original após a queda conforme Is. 14:12 a 14 - "Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filha da alva! como foste lançado por terra tu que prostravas as nações! E tu dizias no teu coração: eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono; e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do norte; subirei acima das alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo." Os espíritos malignos, demônios ou anjos caídos estão associados ao espírito de Satanás e lhe serve aos seus propósitos sórdidos.
O Espírito Santo, por vezes chamado de Espírito de Cristo é mencionado em Jo. 14:26 - "Mas o Ajudador, o Espírito Santo a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto eu vos tenho dito." Este mesmo Espírito Eterno estava vigilante quando da restauração da criação em Gn. 1:2b - "... mas o Espírito de Deus pairava sobre a face das águas." No original hebraico, tanto faz dizer "face das águas", como "face do abismo." Há inumeráveis textos dando conta da realidade e atuação do Espírito Santo de Deus nas Escrituras.
Então, estas são as três categorias de espíritos principais que habitam o universo. Portanto, o espírito do homem pode unir-se ou harmonizar-se com o Espírito de Deus, por meio da justificação pela Graça mediante a Fé, ou com o espírito de Satanás que lhe mantém cativo por meio do pecado e da rebelião.
Sola Scriptura!

Nenhum comentário: