domingo, 28 de setembro de 2008

SEM MORTE NÃO HÁ SALVAÇÃO III

Já foi mostrado que há três naturezas de morte, isto é, a morte para Deus por conta do pecado e dos atos pecaminosos, a morte física e a morte espiritual com significação da condenação e separação eterna de Deus. O tratamento que Deus dispensou para solucionar a questão da morte do homem foi preparado antes dos tempos eternos conforme o texto de II Tm. 1:9 - "... que nos salvou, e chamou com uma santa vocação, não segundo as nossas obras, mas segundo o seu próprio propósito e a graça que nos foi dada em Cristo Jesus antes dos tempos eternos ..." Então, a salvação e o chamado dos que receberam graça para a vida eterna ocorreu antes mesmo de os mesmos existirem. Portanto, a salvação não depende do que fazemos ou deixamos de fazer, mas de Deus ter usado de misericórdia e graça para com o pecador na eternidade pretérita. Isto é confirmado em Sl. 139:16 - "Os teus olhos viram a minha substância ainda informe, e no teu livro foram escritos os dias, sim, todos os dias que foram ordenados para mim, quando ainda não havia nenhum deles." Se todos os fatos da vida de alguém foram escritos nos livros eternos antes mesmo de a pessoa vir à luz da existência, também a sua salvação foi uma decisão eterna e soberana de Deus. Não depende de obras de justiça própria e, muito menos, de méritos como se presume comumente na religião.
Hb. 9:0 a 0 - "E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão. Era necessário, portanto, que as figuras das coisas que estão no céu fossem purificadas com tais sacrifícios, mas as próprias coisas celestiais com sacrifícios melhores do que estes. Pois Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, mas no próprio céu, para agora comparecer por nós perante a face de Deus; nem também para se oferecer muitas vezes, como o sumo sacerdote de ano em ano entra no santo lugar com sangue alheio; doutra forma, necessário lhe fora padecer muitas vezes desde a fundação do mundo; mas agora, na consumação dos séculos, uma vez por todas se manifestou, para aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo. E, como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo depois o juízo, assim também Cristo, oferecendo-se uma só vez para levar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação." A figura das coisas que estão nos céus são apenas referenciais terrestres e a purificação delas por sangue representa e indica a morte de Cristo na cruz para purificação dos eleitos e preordenados para a vida. Sem derramamento de sangue não há redenção, logo, para derramar sangue, obrigatoriamente há morte. Isto foi demonstrado no Éden, quando o próprio Deus vestiu a nudez de Adão e Eva com peles de animais. Esta realidade simboliza a morte de um substituto para cobrir o pecado do homem. Então, Cristo morreu na cruz e atraiu o pecador a Si, para na Sua morte destruir a morte do pecador. De sorte que o sacrifício de Cristo foi para redimir o homem pecador, porém eleito e preordenado por Deus para ganhar a vida em Seu Filho Unigênito. Assim, Cristo aniquilou o pecado para sempre e de uma única vez. Por isso, os religiosos estão equivocados quando pedem perdão dos seus pecados repetidamente. Isto indica que não podem crer que foram incluídos na morte de Cristo para perder as suas próprias mortes espirituais. O que apresentam em seus sistemas de crença é apenas a comemoração ou o culto ao pecado incessantemente.

Um comentário:

multiraomundialdecombateafome disse...

Olá cheguei por acaso em seu blog e gostaria de pedir sua ajuda na divulgação de um projeto social que pode amenizar pelo menos um pouco
a situação da fome no mundo.

Tenho um blog e minha idéia é incentivar cada pessoa do planeta
a doar 1 kg de alimento não perecível, juntamente com remédios, roupas, calçados para as comunidades mais pobres encontradas hoje no planeta.

Sei que se a população mundial fizesse essa doação em conjunto, não teríamos condições de levar os alimentos por causa dos custos, com combustível, aviões, e funcionários, mas se todos os governates mundiais se juntarem e ajudarem este projeto de ação social mundial e se todas as pessoas aceitarem e ajudarem também, assim poderemos dar início
a um grande projeto social onde estaremos ajudando a matar a fome de muitas vidas nesse planeta.
Se você estiver interessado em ajudar, divulgue esta idéia para todos as pessoas que você conhece,
procure pessoas que tenham contato com governantes e prefeitos e vereadores, se você conhece o Presidente e tem intimidade com ele, peça a ele que divulgue essa idéia, e que ajude neste projeto,
vamos conscientizar o mundo através da divulgação por todos os meios possíveis, vamos fazer com que cada pessoa que pode ajudar doe alimentos e que os órgãos governamentais façam com que estes alimentos chguem as famílias carentes em todo o mundo.
agradeço a sua ajuda
e que Jesus te abençoe nisso.
Ass: Rodrigo Porto